terça-feira, 7 de abril de 2009

BÍBLIA - A BÍBLIA ASSADA

Publicada pelo Pastor Márcio Barroso dos Santos Trindade
A BÍBLIA ASSADA

"Há centenas de anos, o povo da Boêmia era proibido de possuir ou ler a Bíblia. O imperador da Áustria, a cujo país a Boêmia então pertencia, publicou um decreto declarando que a nação era católica romana e ordenando a todo o povo que obedecesse às normas daquela igreja. Os sacerdotes proibiam ao povo comum de possuir Bíblias. Muitos, porém, possuíam-nas e se recusaram desfazer-se delas.
Os sacerdotes enviavam então soldados às casas para procurá-las e confiscá-las. Quando os habitantes de alguma vila ouviram que os soldados se aproximavam de sua localidade, apressavam-se em esconder suas Bíblias em lugar oculto. Assim, ainda que os soldados investigassem toda a casa, completa e rudemente, muitas Bíblias não eram achadas. Freqüentemente se dava às crianças a tarefa de vigiar e anunciar a aproximação dos soldados de suas residências. Estas crianças eram tão fiéis e prudentes, que os soldados não podiam convencê-las a dizerem onde poderiam achar o Livro Sagrado.
Certo dia anunciou-se numa casa: "Os soldados estão vindo para cá." Estava presente apenas uma jovem menina, ocupada em amassar o pão. Ao ouvir a voz baixa e ofegante da sentinela, a menina esperta, depressa estendeu sua massa, colocou a Bíblia no centro e rapidamente cobriu-a com a mesma, colocou-a numa forma grande e introduziu-a no forno.
Quando depois de alguns minutos, os soldados chegaram, ela os esperou à porta e, em resposta à sua demanda pela Bíblia, lhes disse calmamente que podiam investigar a casa e ver se encontravam uma. Procuraram em cada canto da cabana, mas não acharam nenhuma. Se tivessem aberto a porta do forno, teriam visto somente um pão grande a crescer.
"Muitos anos depois, o neto da heroína desta história emigrou para a América e estabeleceu-se no nordeste de Ohio. Trouxe consigo a Bíblia que sua avó salvara das mãos dos soldados. Foi desde então cuidadosamente guardada como relíquia dos dias que felizmente não mais existem. Que faria você se a polícia chegasse a sua casa e requeresse cada Bíblia que lá houvesse?
– Stories to Tell, págs. 103, 104.
----
do livro "Mil Ilustrações Selecionadas", Dr. D. Peixoto da Silva, Casa Publicadora Batista, Rio de Janeiro, 1966

Um comentário:

Pastor Dener disse...

Excelente história, e excelente blog... parabéns Pr. Wagner. Um grande abraço.